Jornal Evolução Notícias de Santa Catarina
Facebook Jornal Evolução       (47) 99660-9995       Whatsapp Jornal Evolução (47) 99660-9995       E-mail

Eleições 2020 e o recado das urnas: pesquisador político Lucas Rodrigues faz balanço sobre período e


Eleições 2020 e o recado das urnas: pesquisador político Lucas Rodrigues faz balanço sobre período eleitoral

 

Para o especialista, eleitorado deu mais valor ao voto e buscou conhecer políticos e partidos antes de ir às urnas

 

Ir às urnas em dois dias distintos em plena pandemia mundial não é tarefa fácil, e, nem sempre, segura. Mas, talvez por essa razão, quem precisou se arriscar para exercer o direito ao voto em 2020 não o desperdiçou. Pelo menos, é essa a visão do pesquisador político Lucas Rodrigues, advogado e mestre em direito empresarial, sobre o pleito municipal deste ano.

 

“O que percebi, inclusive em conversas nos mais diversos ciclos, é que neste ano o eleitorado se deu conta que propostas e planos mais concretos e técnicos são mais importantes que paixões e empolgações políticas vazias, algo que geralmente se dá com os candidatos de posições de extremadas”, avaliou. “Arrisco a dizer que o eleitorado não se deixou influenciar por essas ‘posições’, o que, na minha opinião, gerou uma possível perda de força da polarização política”, comentou.

 

“A esquerda, tradicionalmente encabeçada pelo PT, não elegeu sequer um prefeito nas capitais. Enquanto sua antítese, a extrema-direita, representada pelo bolsonarismo, nem de longe conseguiu emplacar a quantidade de prefeitos apoiados pelo presidente Jair Bolsonaro: somente dois, de 13 por ele apoiados, foram eleitos”, destacou.

 

Para Rodrigues, apesar de em 2020 o Brasil ter registrado 29,5% de abstenções no segundo turno das eleições -  o maior índice desde 1996 - houve uma “valorização” do voto.

 

“As pessoas buscaram por candidatos que, além de possuírem um bom perfil pessoal, pertenciam a um partido cuja ideologia fosse mais clara, mais definida, bem como aquelas que, procurando alternativas para o extremismo político, optaram a votarem em candidatos de partidos do centro”, avaliou.

 

“O eleitorado passa a ter uma justa expectativa de atuação daquele mandatário eleito, sendo mais fácil fiscalizá-lo e cobrá-lo. O eleitorado deu o recado: chega de encenação, queremos resultados”, finalizou.



Comente






Conteúdo relacionado



Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade


Inicial  |  Parceiros  |  Notícias  |  Colunistas  |  Sobre nós  |  Contato  | 

Contato
Fone: (47) 99660-9995
Celular / Whatsapp: (47) 99660-9995
E-mail: paskibagmail.com



© Copyright 2021 - Jornal Evolução Notícias de Santa Catarina
by SAMUCA