Jornal Evolução Notícias de Santa Catarina
Facebook Jornal Evolução       (47) 3059-1228       Whatsapp Jornal Evolução (47) 99660-9995       E-mail

Abracemos as nossas fragilidades

Sexta, 25 de setembro de 2020

 

“‘E vós, quem dizeis que eu sou?’” Pedro respondeu: ‘O Cristo de Deus’” (Lucas 9,20).

 

A narração do Evangelho de hoje nos coloca, primeiro, Jesus rezando num lugar retirado e os discípulos estavam com Ele. A oração é sempre luz para o coração e a alma, a oração é sempre o nosso modo de comunhão com Deus.

É saindo da oração, sem perder o espírito de oração, que Jesus pergunta aos Seus: “Quem diz o povo que eu sou?”. Muitos estavam vendo Jesus, mas o que esse povo dizia sobre Ele?

É verdade que muitos não entendiam quem era Ele, a mente foi se abrindo aos poucos, alguns achavam que era João Batista agindo ali e outros achavam que era como Elias ou algum dos antigos profetas.

É importante entender que não estavam achando que Jesus era a reencarnação deles, mas é Jesus agindo como esses profetas agiam, como João Batista, como Elias, ou ainda, como tinha a promessa de que Elias voltaria, acharam que era ele que tinha voltado. O povo ainda não tinha noção de quem era Jesus.

Os anos se passaram e tivemos a graça de conhecer Jesus na Sua essência, o Cristo Crucificado e Ressuscitado, mas é verdade que, até hoje, muitos não sabem quem é Jesus, confundem quem Ele é; ou, simplesmente, não tiveram um encontro pessoal com a identidade de Jesus.

Cristo Jesus abraçou todas as fragilidades; e, para segui-Lo, em espírito e verdade, precisamos, primeiro, abraçar as nossas

Por isso, Ele se volta para os Seus discípulos: “E vocês, quem dizem que eu sou?”. É Pedro quem, de forma concisa, responde: “Tu és o Cristo de Deus”. Na verdade, essa é a identidade de Jesus, Ele é o Messias, o ungido, o enviado, é Aquele que os profetas d’Ele falaram, é Aquele que foi profetizado, é o Cristo de Deus, porém, Pedro ainda não tem a total consciência do que significa ser o Cristo.

Cristo, para alguns, é o Cristo triunfante e glorioso, e Ele é! Cristo é glorioso, porém, Ele deve, primeiro, sofrer muito, ser rejeitado, morto e só depois ressuscitar. Se não identificamos Cristo Crucificado, não podemos reconhecê-Lo Ressuscitado, se não passamos pela paixão, pela Via-Sacra do Senhor, não podemos acompanhá-Lo em Sua glória.

Por isso, o Messias que está na cabeça de alguns é um super-herói, vencedor sobre todas as coisas. Esse Cristo é vencedor sobre a morte, sobre o mal, mas Ele passa pela morte e pela rejeição humana. Muitos de nós não conseguimos trabalhar a nossa humanidade porque não queremos lidar com as fragilidades da existência humana.

Cristo Jesus abraçou todas as fragilidades; e, para segui-Lo, em espírito e verdade, precisamos, primeiro, abraçar as nossas. É preciso saber quem é Jesus, mas é preciso também saber quem somos, assumindo aquilo que somos e nossas fragilidades, porque elas serão transformadas pelo poder de Cristo Jesus.

Deus abençoe você!   

Padre Roger Araújo

 

Sacerdote da Comunidade Canção Nova



Comente






Conteúdo relacionado



Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade


Inicial  |  Parceiros  |  Notícias  |  Colunistas  |  Sobre nós  |  Contato  | 

Contato
Fone: (47) 3059-1228
Celular / Whatsapp: (47) 99660-9995
E-mail: contatojornalevolucao.com.br



© Copyright 2020 - Jornal Evolução Notícias de Santa Catarina
by SAMUCA