Jornal Evolução Notícias de Santa Catarina
Facebook Jornal Evolução       (47) 3059-1228       Whatsapp Jornal Evolução (47) 99660-9995       E-mail

Mulher... Mulher

paskibagmail.com

Coluna dedicada a retratar e exaltar a qualidade das mulheres de São Bento do Sul e Região e dar visibilidade à presença delas na nossa sociedade.


Veja mais colunas de Mulher... Mulher

Mulher... Mulher com Luiza Beckhauser Mallon

Terça, 23 de junho de 2020

posicao=nenhuma&foto=41279

Luiza Beckhauser Mallon, natural de São Bento do Sul, Graduada em Direito pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Pós-graduanda em Direito Público pela Faculdade CESUSC e Procuradora Jurídica do Sindicato dos Servidores Públicos de São Bento do Sul e Região. 

Clique para ampliar

 Quais seriam os principais capítulos da sua autobiografia?

 Talvez presunçosa a ideia de uma autobiografia com apenas 26 anos. Mas acredito que o acompanhamento da vida política dos meus pais quando pequena tenha sido um capítulo importante. Depois o ingresso da Universidade Federal de Santa Catarina, onde eu pude conhecer realidades bastantes distintas da minha e ampliar minha visão de mundo. Hoje vivo um outro capítulo, o retorno a minha cidade natal e a construção da minha vida profissional. 

 

Se você pudesse dominar uma habilidade que não tem agora, qual seria?

 A habilidade de não me deixar afetar por críticas infundadas. 

 

Quem é uma inspiração para você?

 Mulheres que conseguem se destacar neste mundo masculino sem dúvidas me inspiram. Michelle Obama, Antonieta de Barros, Angela Merkel, Luiza Trajano e, claro, a minha mãe. 

 

Qual a coisa mais louca que você já fez?

Sem dúvidas o ingresso na vida política. 

 

Se todos os trabalhos pagassem exatamente o mesmo salário com o que você gostaria de trabalhar?

 Gostaria de ser uma líder comunitária e promover mudanças sociais (mesmo que pequenas).

 

Qual seria a aventura mais incrível de viver?

 Ainda tenho vontade de morar fora do país e imergir em uma cultura totalmente diferente da nossa. 

 

Clique para ampliar
O que mais toma o seu tempo?

 O atendimento e a resolução de demandas trabalhistas. 

 

O que você gostaria de mudar em você?

 Olha, como toda mulher, eu demorei muito tempo para gostar de mim da forma como eu sou. Hoje acho que não mudaria nada - a não ser a autocrítica excessiva na vida profissional. 

 

O que em você ainda se parece com você quando era criança?

Desde pequena sou mandona e adoro liderar. Acho que isso não mudou... 

 

Qual a coisa que faz você ser mais grata pela sua vida?

As pessoas que eu amo. 

 

Quem são seus melhores amigos?

Minha irmã, meu pai e meu marido sem dúvidas fazem parte deste rol. 

 

Para quem e o quê você daria nota 10?

 Daria nota 10 para a primeira-ministra da Nova Zelândia, a qual tem dado um show de competência no combate ao COVID-19 e demonstrado para todo mundo a importância das lideranças femininas. 

 

Sobre qual tópico você poderia falar bastante sem preparação?

 Sem dúvidas direito do trabalho. 

 

Qual o seu conceito de uma vida boa?

Uma vida boa é poder estar ao lado das pessoas que eu amo, todas com saúde e com o necessário material para viver. Incluiria aí também a possibilidade de trabalhar no que eu gosto, estudar o que me traz curiosidade e poder carregar sempre um bom livro. 

 

Quais as características de personalidade que você mais admira e quais mais detesta?

 Admiro pessoas empáticas e responsáveis socialmente. Detesto falta de compromisso social e oportunismo. 

 

Qual o hábito mais chato das pessoas?

 Esperar respostas rápidas no whatsapp. 

 

0 que você mais valoriza numa amizade?

 Ausência de cobrança e bom humor.

 

Se você tivesse que ficar numa ilha deserta com outra pessoa com quem seria?

 De preferência com alguém que tenha mais habilidades de sobrevivência do que eu... 

 

Qual a experiência mais incrível que você já teve na vida?

 Ter participado de projetos sociais com a minha mãe, como o natal solidário. Lembro até hoje do sentimento de felicidade dela e dos outros em todo aquele processo.

 

 

O que você acha que todos deveriam fazer pelo menos uma vez na vida?

 Todos deveriam sair da sua bolha social e entender a complexidade do mundo em que vivemos. 

 

Qual hobby você teria se tempo e dinheiro não fosse um problema?

 Cozinharia! 

 

Como você vê a participação da mulher na política?

 Somos maioria quando se trata de população, no entanto, ainda continuamos sendo um número insignificante dentro da política. Creio que a nossa participação é a possibilidade de igualar uma balança de interesses diversos do que hoje se encontram aí - e, ao meu ver, a representação de interesses que tornariam o mundo um lugar mais solidário, empático e menos desigual. 

 

Qual o melhor livro que você já leu?

 Que pergunta difícil! A cor púrpura, da Alice Walker, foi um dos que mais mexeu comigo recentemente. 

 

Quais animais de estimação você tem ou já teve?

 Já tive o Floquinho (um cachorro que era pra ser meu, mas era muito mais da minha mãe) e atualmente tenho o Toddy (cachorro) e a Bonifácia (uma gatinha). 

 

Clique para ampliar
Quais músicas você já memorizou completamente?

 Sou muito boa em memorizar músicas, desde bem pequena. Sei todas as músicas do filme Rei Leão, por exemplo. 

 

Qual a sua bebida favorita?

 Café e vinho - não necessariamente nesta ordem. 

 

Qual o melhor e o pior conselho que você já recebeu?

 O melhor conselho que eu recebi veio do meu pai, ele costuma dizer que "se fosse fácil, todo mundo fazia".

Os piores conselhos talvez tenham vindo desta necessidade cultural em nos mantermos "belas, recatadas e do lar" para os homens. Desses últimos conselhos, graças, já me livrei. 

 

Como você gostaria de ser lembrada?

Como uma pessoa que tentou modificar as injustiças sociais ao seu redor. Fácil, né?

 

Qual a sua peça de roupa favorita?

 Meu pijama! 

 

Deixe uma mensagem

Se todos nós entendermos que política nada mais é que representatividade e observamos que ela se encontra desde o preço do pão até a qualidade educacional das nossas crianças, talvez paremos de sentir raiva e busquemos, finalmente, fazer a diferença.

 

 



Comente






Conteúdo relacionado



Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade


Inicial  |  Parceiros  |  Notícias  |  Colunistas  |  Sobre nós  |  Contato  | 

Contato
Fone: (47) 3059-1228
Celular / Whatsapp: (47) 99660-9995
E-mail: contatojornalevolucao.com.br



© Copyright 2020 - Jornal Evolução Notícias de Santa Catarina
by SAMUCA