Jornal Evolução Notícias de Santa Catarina
Facebook Jornal Evolução       (47) 3059-1228       Whatsapp Jornal Evolução (47) 99660-9995       E-mail

Ciclovias, acessibilidade e paisagismo mudarão a cidade

Domingo, 31 de maio de 2020

 

Mais um importante passo na implantação das ações do Plano de Mobilidade Urbana de São Bento do Sul iniciou nesta semana, desta vez são as obras da ciclovia na rua Jorge Zipperer, no trecho que prosseguirá pela rua Thomaz Vidal Teixeira até a rua Augusto Wunderwald.

O Plano de Mobilidade Urbana foi elaborado entre 2017 e 2019, pela equipe da Secretaria de Planejamento, coordenado pelo Arquiteto Rodrigo Matos, Diretor de Projetos.

Conforme explicou o secretário de Planejamento e Urbanismo Luiz Claudio Gayer Schuves, "trata-se da execução de mais uma etapa do PlanMob: a interligação das ciclovias e ciclo-faixas que pretendemos realizar até o final deste ano, e que após a conclusão formarão o trajeto da rua Alberto Torres, no residencial Santa Fé (bairro Centenário) até a ETE - Estação de Tratamento de Esgoto no bairro Cruzeiro, totalizando 15 quilômetros de ciclovias e ciclo-faixas interligadas", disse.

Schuves comentou que para a interligação dos diversos trechos que formam este trajeto faltará demarcar e sinalizar alguns pontos, e o objetivo é realmente concluir esta etapa do PlanMob neste ano.

Neste momento as obras de ciclovia e ciclo-faixa estão concentradas nas ruas Jorge Zipperer e Thomaz Vidal Teixeira, ambas recém asfaltadas.

Logo em seguida será implantada a conexão deste trecho com as ruas Benjamin Constant, Barão do Rio Branco até a esquina da Travessa José Zipperer, que prosseguirá até a rua Visconde de Taunay (do Calçadão), e Avenida Argolo, chegando até a ciclovia da rua Antonio Kaesemodel. Para isso, será necessário a retirada de algumas vagas de estacionamento, conforme estabelecido nas audiências públicas realizadas com a comunidade, que anseia por esta melhoria.

Posteriormente será implantado também o trecho na Rua Augusto Wunderwald, chegando até a esquina com a Avenida dos Imigrantes, de onde parte a ciclofaixa que segue até o terminal urbano de passageiros do bairro Centenário e que também será prolongada até a Rua Alberto Torres.

"Será uma obra de fundamental importância para a mobilidade urbana de nosso município, e trabalharemos para concluí-la nos próximos meses", ressaltou Schuves.

Atualmente São Bento do Sul conta com 19,33 quilômetros de ciclovias e ciclo-faixas mapeadas.


Com os novos trechos que concluirão a interligação da ciclovia e ciclo-faixa da ETE Cruzeiro até a rua Alberto Torres, serão 5 quilômetros novos, que totalização 25 quilômetros no município, sendo 15 totalmente interligados.


Paisagismo e modernidade

Além dos trabalhos nas ciclovias e ciclo-faixas, o paisagismo também começará a ser implantado na cidade.

Uma das diferenças entre ciclovia e ciclo-faixa é uma barreira física que separa as duas pistas, de bicicletas e veículos, como por exemplo uma mureta.

Nas Ruas Jorge Zipperer e Tomaz Vida Teixeira então teremos a segunda ciclovia da cidade, sendo a primeira na Av. Gustavo Eichendorff.

Nestas ruas está sendo construído um canteiro ao longo das vias, onde serão plantadas flores da estação que embelezarão a região e, transformarão estas vias em uma belíssima opção para passeio, até porque também serão contempladas com novo mobiliário urbano.

Já mais ao centro, os trabalhos para implantação de balizadores no entorno da grande faixa elevada das ruas Visconde de Taunay e Jorge Lacerda (esquinas do Calçadão, farmácia e correios) já iniciou com as escavações para as sapatas que servirão para instalação dos balizadores no entorno do cruzamento e em sua área central.

As peças compõe o conjunto do novo mobiliário urbano que será implantado na nova praça Getúlio Vargas e nas ruas Jorge Zipperer e Thomaz Vidal Teixeira, além da esquina da Wolfgang Ammon com Avenida Argolo.

"Este é um momento de grande realização para toda a equipe, pois os resultados de todo o planejamento e todos os projetos elaborados começam a aparecer de forma concreta. A região central ficará realmente linda, acessível, e quem ganha com isso é toda a população", concluiu o secretário de Planejamento Luiz Claudio Schuves.

Quem também comemora o desenvolvimento dos trabalhos é o prefeito Magno Bollmann, grande entusiasta da Praça Getúlio Vargas e apaixonado por bicicleta. "O que estamos promovendo é uma transformação na cidade, iniciando pela região central, que há muitos anos não recebia melhorias. O Plano de Mobilidade Urbana irá transformar nosso município e beneficiará toda a população. A acessibilidade já pode ser vista com a implantação de mais de 10 quilômetros de novas calçadas e com a integração das ciclovias e ciclofaixas. A nova Praça Getúlio Vargas está ficando linda, e tenho certeza que toda a população ficará orgulhosa das mudanças em nossa cidade", disse o prefeito.



Comente






Conteúdo relacionado



Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade


Inicial  |  Parceiros  |  Notícias  |  Colunistas  |  Sobre nós  |  Contato  | 

Contato
Fone: (47) 3059-1228
Celular / Whatsapp: (47) 99660-9995
E-mail: contatojornalevolucao.com.br



© Copyright 2020 - Jornal Evolução Notícias de Santa Catarina
by SAMUCA