Jornal Evolução Notícias de Santa Catarina
Facebook Jornal Evolução       (47) 3059-1228       Whatsapp Jornal Evolução (47) 99660-9995       E-mail

Terapeuta tântrica fala sobre sexo na quarentena: “nao só pode como deve”

Terça, 07 de abril de 2020

Clique para ampliar

A terapeuta tântrica Beatriz Rios revela como alcançar o prazer no sexo mesmo seguindo as recomendações de prevenção ao covid-19 da OMS


Com todo o isolamento social e a quarentena como esforços para conter o avanço da covid-19,  pouco se fala no momento sobre as relações sexuais. Sexo durante a quarentena é o ideal? É possível manter uma vida sexual ativa mesmo com todas as restrições de contato físico impostas pelo estado de emergência?

A terapeuta tântrica Beatriz Rios explica que neste momento somente um parceiro sexual é o adequado, que é o caso do parceiro fixo: “O risco de contrair o coronavírus começa assim que alguém se aproxima de você a menos de dois metros de distância. Logo a opção mais segura é limitar o ato sexual somente com o parceiro que vive na mesma casa. E ambos devem seguir as recomendações para higiene das mãos e distanciamento social de outras pessoas.”

Existe o de contrair covid-19 através do sexo?

A OMS aponta um risco de três a dez por cento da transmissão em casa, mas isso se baseia em dados preliminares: “Não sabemos como o beijo ou a atividade sexual influenciam a transmissão. O objetivo de limitar o contato sexual com o parceiro com quem você vive e manter a distância social em geral é que a cadeia de transmissão termine em sua casa. Se o seu parceiro não está contaminado e não foi exposto ao vírus, então não há porque não ter relações sexuais com ele. Não só pode como deve! Afinal, nada melhor do que muito prazer para aliviar a tensão deste momento tão difícil que está sendo a quarentena e a pandemia do covid-19. Só devem dormir em quartos separados e se abster da intimidade se um dos indivíduos for exposto ao vírus”, explica.

E quando não se tem um parceiro sexual fixo?

Beatriz Rios é enfatiza que sexo sem parceiro fixo e que não viva com você nesse momento é um grande risco: "não é a melhor opção nesse momento. Para nossa proteção, essas são as recomendações da OMS. Mas isso não significa que você não pode conhecer pessoas na internet para quando tudo isso acabar. Aproveite e comece a falar ao telefone, faça videochamadas, envie mensagens com conteúdo sexual, etc. Se você ainda não tem um parceiro ou parceira sexual fixo, aproveite os meios virtuais para conhecer gente nova e, quando toda essa loucura acabar, aproveitar todo o prazer de estar a dois”.



Comente






Conteúdo relacionado



Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade


Inicial  |  Parceiros  |  Notícias  |  Colunistas  |  Sobre nós  |  Contato  | 

Contato
Fone: (47) 3059-1228
Celular / Whatsapp: (47) 99660-9995
E-mail: contatojornalevolucao.com.br



© Copyright 2020 - Jornal Evolução Notícias de Santa Catarina
by SAMUCA