Jornal Evolução Notícias de Santa Catarina
Facebook Jornal Evolução       (47) 3633-1230       Whatsapp Jornal Evolução (47) 99660-9995       E-mail

EMHAB trabalha com atualização cadastral


Em reunião realizada com o diretor presidente da Empresa Municipal de Habitação (EMHAB), Marlon Alvaristo Augustin, a Assistente Social, Maira de Almeida, e o Assistente de Projetos Sociais, Andriu Nobre, trataram sobre os critérios e percentuais de atendimentos definidos para o Loteamento Santa Fé. O empreendimento do “Programa Minha Casa Minha Vida Faixa I” está em fase de obras no município.

Segundo Maira de Almeida, os cadastros estão sendo atualizados pelas famílias, mas que ainda precisam resolver algumas questões internas do sistema, para que os critérios adicionais sejam computados.

Nas próximas semanas, reuniões serão realizadas em equipamentos comunitários do município, principalmente nos CRAS, para repassar as informações sobre critérios, grupos prioritários e forma de seleção.

É fundamental que a comunidade participe e entenda todo o processo de seleção e sorteio, sendo este um direito do cidadão. Várias dúvidas e questionamentos surgiram no decorrer desse processo. Isso é normal, considerando que é a primeira vez que o município utilizará esta forma de seleção. Desta forma, buscaremos assegurar que as famílias que atendam os critérios de enquadramento no programa possam ser ouvidas e terem suas dúvidas sanadas", destacou Maira.

Segundo Andriu Nobre, sempre houve um bom relacionamento entre a EMHAB e a CEF, com outros programas habitacionais já finalizados no município, que contaram com a parceria do Governo Federal e essa entidade financeira. "Acredito que nesse empreendimento não será diferente. Já conhecemos o trabalho da equipe técnica da EMHAB, bem como todo o empenho dessa em procurar soluções com celeridade para as questões que surgem em um empreendimento de tal importância para o município", finalizou.

Para o diretor presidente da EMHAB, Marlon Alvaristo Augustin, o processo de seleção é realizado de forma transparente, seguindo todos os critérios estabelecidos pelo programa e com a participação e fiscalização da comunidade. ”Infelizmente não conseguiremos atender todas as famílias interessadas, razão pela qual é extremamente importante que o processo de seleção seja justo e transparente”, destacou Marlon.

 

 



Comente






Conteúdo relacionado



Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade


Inicial  |  Parceiros  |  Notícias  |  Colunistas  |  Sobre nós  |  Contato  | 

Contato
Fone: (47) 3633-1230
Celular / Whatsapp: (47) 99660-9995
E-mail: contatojornalevolucao.com.br



© Copyright 2020 - Jornal Evolução Notícias de Santa Catarina
by SAMUCA