Jornal Evolução Notícias de Santa Catarina
Facebook Jornal Evolução       (47) 3633-1230       Whatsapp Jornal Evolução (47) 99660-9995       E-mail

Ecletismo e Zetética - Mariano Soltys

marianosoltysyahoo.com.br

Escritor e advogado


Veja mais colunas de Ecletismo e Zetética - Mariano Soltys

A interpretação dos sonhos e o inesperado

Segunda, 11 de julho de 2016

A interpretação dos sonhos e o inesperado



Cada vez que lembramos de um sonho, acabamos por nos admirar com a capacidade criativa de nossa mente, e com o inconsciente que se revela. Mas nem tudo é simples. Quem acha que sonhar com morte é algo ruim, ou que certos símbolos como um rio são sempre agradáveis, tem de ver certos detalhes para melhor entender. Por exemplo, os sonhos têm muitas vezes significados invertidos. Esse o caso de ladrão, que representa antes ganho de dinheiro na vida daquele que sonha. Também no caso do rio sere agradável, se a água estiver um pouco suja, pode indicar uma doença que aparece. E o sonho com morto pode ser uma vida que se renova, uma vida nova, e nada tendo a ver com a pessoa em questão da qual se sonha, por vezes. Mas o sonho devia ser analisado de acordo com os símbolos entendidos por aquele que sonha, a fim de não se inventar significados muito extravagantes. Havia muitas vezes a interpretação dada por Freud em que aquele que relatava o sonho era julgado em sua sexualidade, e talvez em muitos casos não seria esse o significado. Povos antigos já interpretavam os sonhos, como o egípcio, e mesmo judeus têm em seus livros comentando a Torá ou Bíblia hebraica o significado de sonhos e sua interpretação.



A União Europeia e problema de retirada de Reino Unido



Como li em uma piada, acabamos criticando o Reino Unido e no Brasil não se sabe nem escolher o vereador. O que parece ter formado a integração, resultado de fases anteriores, como de livre comércio e demais. Por aqui temos o Mercosul como algo parecido, mas em fase muito inicial, o que teria de evoluir para um livre acesso de países vizinhos, moeda única, emprego e mais. Li em um artigo esotérico que após a Segunda Guerra se tentou buscar formar uma fraternidade, e a União Europeia resultou dessa busca de grupos místicos e secretos. Agora que o Reino Unido sai, se tenta ver também o tema da conspiração para justificar essa saída e tudo mais. Mas foi o povo que votou. Por aqui temos “O Sul é o Meu País” e uma ideia também já antiga de separação, antes começando com gaúchos e demais simpatizantes.  Mas isso não é novo, e talvez nem seria a solução de uma crise que é mundial, não seria a solução independência X ou Y. Por outro lado, o novo modelo federativo seria interessante, e mesmo uma distribuição igualitária de impostos. Ver o que é pago realmente investido em nossa região. Assim o Reino Unido alega que o problema são os imigrantes, em especial poloneses e islâmicos, e parece ter ficado essa a questão. No mais parece que o Governo Mundial não se estabelece tão cedo, e há muita luta por soberania ainda, de cada país, e não se preocupando com um planeta em comum.





Comente






Conteúdo relacionado



Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade


Inicial  |  Parceiros  |  Notícias  |  Colunistas  |  Sobre nós  |  Contato  | 

Contato
Fone: (47) 3633-1230
Celular / Whatsapp: (47) 99660-9995
E-mail: contatojornalevolucao.com.br



© Copyright 2020 - Jornal Evolução Notícias de Santa Catarina
by SAMUCA