Jornal Evolução Notícias de Santa Catarina
Facebook Jornal Evolução       (47) 3633-1230       Whatsapp Jornal Evolução (47) 99660-9995       E-mail

Cléverson Israel Minikovsky

cleversonminikovskyyahoo.com.br

Cléverson Israel Minikovsky (Pensando e Repensado)

Advogado

Filósofo

Jornalista (DRT 3792/SC)


Veja mais colunas de Cléverson Israel Minikovsky

Ezequiel 37

Quinta, 03 de dezembro de 2015

 

Ezequiel foi levado por Deus para um vale de ossos secos. Isto é muito significativo. Porque nem sempre é o diabo que nos leva para o deserto, mas é o próprio Deus. Ezequiel não foi levado para o vale da sombra da morte, mas, pior do que isto, para o vale da própria morte. Era um lugar imenso, com muitos ossos sequíssimos. E Deus lhe disse “profetiza”. E então ele profetizou e os ossos começaram a se juntar, e por cima dos ossos cresceu carne e por cima da carne foi estendida a pele. Mas ainda não havia vida nos corpos e então Deus soprou espírito vivente neles. E eles se puseram de pé e formavam um grande exército. O fato de serem ossos sequíssimos denuncia que a morte e a corrupção havia passado por ali fazia muito tempo. Mas o que parecia ser irreversível para Deus é totalmente possível. O pastor que pregou esta palavra disse estar curso de viagem quando sentiu dores abdominais e logo em seguida, tremor nas mãos, parou o carro e apagou. Disse o Pastor Jan Pierri Hingst consigo: “que é isso, Jesus? Isso nunca aconteceu comigo!”. Quando ele disse a experiência que ele teve senti um aroma fortíssimo de mirra. Mas não um aroma fraco, mas definido, marcante, inconfundível e distinto de qualquer outra fragrância. E ele usou esta palavra para profetizar para a nossa comunidade. Ele nos disse que a nossa comunidade esteve no vale de ossos secos, mas que já foi tirada deste lugar. Que estávamos sendo provados para sermos aprovados. Que nem nós que congregamos na Igreja bem compreendemos nossa denominação, seja ela “Comunidade Cristã Esperança”. Porque temos de ser sinal de esperança onde não há esperança alguma. Nada está consumado para Deus. Deus pode pôr vida onde só há morte. E isto se faz pelo poder da palavra. Deus nos deu autoridade sobre a nossa própria vida pelo poder da palavra. Definimos nossa vida e a vida dos nossos pela palavra. Daí que a palavra pode ser de bênção ou maldição. De minha parte profetizo que a família de meu amável leitor terá vida longa e bela, cheia de felicidades. Profetizo riqueza de toda natureza, inclusive financeira. Profetizo paz nos corações. Profetizo dias serenos e cheios de significado. Profetizo vitória na profissão, no estudo e em todos os ambientes. Profetizo intimidade com Deus e com o próximo. Profetizo perdão, fraternidade, redenção, libertação, superação, saída. Profetizo concórdia, amor, paciência, fé e benignidade. Profetizo dependência da vontade de Deus. Profetizo aquisição de virtudes e enterro dos vícios. Profetizo bem-querer universal e indistinto. Profetizo paz entre judeus, cristãos e islâmicos: cada um lavando os pés dos outros dois. Profetizo o fim do terrorismo. Profetizo a soberania e a compreensão recíproca de todos os povos.



Comente






Conteúdo relacionado



Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade


Inicial  |  Parceiros  |  Notícias  |  Colunistas  |  Sobre nós  |  Contato  | 

Contato
Fone: (47) 3633-1230
Celular / Whatsapp: (47) 99660-9995
E-mail: contatojornalevolucao.com.br



© Copyright 2020 - Jornal Evolução Notícias de Santa Catarina
by SAMUCA