Jornal Evolução Notícias de Santa Catarina
Facebook Jornal Evolução       (47) 3633-1230       Whatsapp Jornal Evolução (47) 99660-9995       E-mail

Luciana Albino


Arquiteta & Urbanista

CREA/SC 105541-3


Veja mais colunas de Luciana Albino

Dicas para aumentar o espaço

Terça, 03 de novembro de 2015

Continuando a falar sobre alguns truques para otimizar os espaços em ambientes pequenos, entramos na questão da quantidade dos móveis: parece óbvio, mas é uma regrinha que nem sempre é seguida: quanto menor o ambiente, menor a quantidade de móveis que se deve usar. Use poucos móveis – e de preferência móveis grandes (mas compatíveis com o ambiente, claro). Uma grande quantidade de móveis pequenos fará você se sentir morando em uma casa de bonecas! Já móveis maiores trazem a sensação de linearidade e continuidade, aumentando a sensação de amplitude. Outro truque interessante é com relação aos tapetes: tente usar tapetes na maior dimensão possível, fazendo com que um só tapete envolva todos os móveis do ambiente. Ou então abra mão deles, deixando o piso à mostra. Tapetes pequenos trazem a impressão de se estar em um espaço cheio de divisões e, portanto, mais apertado do que realmente é. 

Abuse também das linhas horizontais para “ampliar” um ambiente: elas têm o poder de “enganar” o olhar e tornar um ambiente mais “comprido”. Por isso, ao invés de usar estantes estreitas, mas que vão até o teto, tente acomodar seus objetos em armários ou estantes baixas e horizontais. Dessa forma, aliamos o poder das linhas horizontais com a impressão de se ter um pé-direito mais alto, conforme conversamos no artigo anterior. Pelo mesmo motivo, evite poluir a parte de cima das paredes com muitos enfeites ou prateleiras profundas. Elas limitam o espaço e trazem uma sensação de aperto. Reserve este local para peças finas e delicadas, como quadros ou fotos ampliadas – ou até mesmo deixe este espaço vazio.

 

Clique para ampliar
 

Outra dica é a instalação de móveis suspensos, de forma que se possa enxergar o chão ou o tapete desaparecendo debaixo dos móveis. Além de seu pé poder passar debaixo do móvel, o que realmente aumenta o espaço útil, o efeito visual ajuda a aumentar a sensação de amplitude. A utilização de materiais transparentes também ajuda a tornar os espaços maiores, pois além de refletir a luz, aumenta a profundidade de nosso campo visual: utilize mesas de vidro, portas de vidro e até mesmo armários de vidro. Cadeiras em acrílico transparentes, além de serem um charme, ocupam mas não carregam um ambiente.

Em espaços compactos, um bom projeto de mobiliário é fundamental, para que se possa aproveitar cada centímetro livre. Nestes casos, móveis sob medida são de suma importância, pois podemos lançar mão de diversos compartimentos através de móveis multifuncionais: gavetas sob a cama, pufes com baú, cabeceiras de cama com prateleiras corrediças e uma infinidade de outros aproveitamentos que somente um bom projeto pode fornecer. E uma última dica, e talvez a mais importante: elimine objetos desnecessários! Em ambientes pequenos, não há lugar para acolher o que não é essencial. Os objetos que sobrarem devem ficar organizados em um local definido pois, dessa forma o espaço vai automaticamente parecer mais amplo e arejado! 



Comente






Conteúdo relacionado



Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade


Inicial  |  Parceiros  |  Notícias  |  Colunistas  |  Sobre nós  |  Contato  | 

Contato
Fone: (47) 3633-1230
Celular / Whatsapp: (47) 99660-9995
E-mail: contatojornalevolucao.com.br



© Copyright 2020 - Jornal Evolução Notícias de Santa Catarina
by SAMUCA